JW, é o novo nome do meu sítio. Escolhi este nome porque as palavras são a minha paixão, e este blog não passa disso, apenas algumas palavras que me dão o maior prazer e satisfação escrever.

13
Out 09

 

Que título poderia eu arranjar para este pequeno texto se não esta famosa frase que anda na boca de muitos de nós? A inveja é o sentimento mais desprezível que um ser Humano pode ter. Esta desperta em nós outros sentimentos horríveis e um tanto desnecessários, a raiva, o desprezo, o desespero, e por vezes a tristeza. Este sentimento apodera-se de nós de uma maneira involuntária e é quase impossível controlá-lo ou até mesmo impedi-lo. No entanto a inveja está mais presente em pessoas mesquinhas e intriguistas, pessoas incompreensíveis que só elas e o seu bem-estar lhes interessam. Estas pessoas são levadas a cometer maldades para com os outros, maldades imperdoáveis e que só trazem sofrimento ao próximo. Estas pessoas não têm o mínimo de controlo sobre a inveja e não sabem o que estão a sentir e delas a única coisa que consigo ter é pena.
Seja qual for o motivo pelo qual estamos descontentes não devemos deixar que a inveja se apodere de nós, pois os actos que esta nos leva a cometer são imperdoáveis, maldades sem nexo absolutamente nenhum como insultar o próximo ou inventar uma mentira para o prejudicar para se sentir mal e indesejado, ou até mesmo proceder a vinganças mesquinhas e idiotas. É isto que a inveja nos pode levar a fazer e por isso temos que ser compreensivos com os outros e tentar compreender sempre o seu lado.
Ter inveja pelo que os outros são ou fazem também não é a melhor solução, porque ter inveja também é uma manifestação do desejo: “quem me dera ser como…” Para que vamos nós desejar tal coisa quando podemos ser nós mesmos e únicos? Qual é a piada de ter outro igual a nós? Exactamente nenhuma!!
Ter inveja é coisa de miúdos pequenos, pois não têm a noção da vida e não sabem o que estão a sentir ao certo, mas por isso é que são crianças. Mas agora é de ter pena que adolescentes, ou até mesmo adultos já feitos, andem por ai a espalhar sentimentos tão feios como este. Eu gostava imenso de saber o que lhes traz as vinganças estúpidas que a inveja lhe leva a praticar. Ou o que lhes traz os insultos que vão deixando por ai espalhados.
Agora não pensem que digo isto tudo porque nunca senti inveja. Não senhor! Muito pelo contrário, eu já senti inveja, mas vi que não me levou a nada os actos que andava por ai a cometer, e então parei para pensar. Agora posso dizer que não sinto inveja de nada nem de ninguém. Sou eu mesma e quando vejo a inveja estampada no rosto de alguém não posso fazer mais nada do que ter pena dessa pessoa.
 
 DarkSpirit
 
Decidi escrever estas palavras sobre a inveja porque assisti, recentemente, a uma manifestação deste sentimento e ao pensar no que já senti quando este se apoderava de mim, veio-me a vontade de partilhar convosco o que senti ao assistir a tal cena triste. Pensem nisto pessoal, não sejam pessoas vis como muitas das que andam por aí…

 

 
 
 
 
publicado por Sara Rute às 17:05
 O que é? |  O que é? | favorito
sinto-me:

mais sobre mim
★ Ovinhos

Click Me!

Adopted from squiby Clica nos meus ovinhos para eles evoluirem :D
★ JW dá-te música ;)


MusicPlaylist
Music Playlist at MixPod.com

★ Calendário




★ És fã de anime? Dá uma olhada a estes projectos:
MB Portugal Fórum MB Portugal Blog Japan Otaku Fansub Pinku World Fórum
★ Fala do que te apreteça :D
★ Mantém-te informado :D
blogs SAPO